Catwalker
CONTEÚDO DE EVENTOS entretenimento e vida noturna em São Paulo.

+ Filtros Avançados

Aquele vácuo não era amor

tumblr_lina8peiOb1qi8n4no1_500

Olá, não pense que sou psicopata – talvez seja uma “semi” -, mas temos um amigo em comum. Disse ela por mensagem no facebook.

Continuou…

Já lhe vi algumas vezes com ele – naquela vez que bati no carro da frente, que virei o café sem querer ou aquela que não vi a maldita mulher ao lado dele -, então como íamos falando, lhe “add” aqui, espero que não tenha problemas – mas heim? Quantas fotos preciso curtir pra te pegar?- em ter lhe add. Beijos

Ela mandou aquela mensagem esfarrapada, torcendo para que ele não se lembrasse daquelas trapalhadas – nas quais ela se meteu em todas as vezes que eles se viram antes de se conhecerem – e que ele não interpretasse mal aquela atitude dela – que não era nada boa, ok? – em add ele.

Ele demorou alguns – longos -dias para responder.

Aqueles longos dias, em que ela passou roendo todas as unhas, que demoraram anos para crescer e que passou comendo todos os potes de sorvetes do mercado da esquina.

- Olá, não pensei que fosse psicopata. E aí como você está? Lembro sim.

Ela, que deveria esperar o dobro de dias para responder, fingir que não viu ou visualizar sem responder – conforme as regras que ela mesma criou -, respondeu no mesmo segundo, enquanto ele ainda terminava a frase. Impulsiva do caramba!

- Tudo bem, que bom que lembra. E o que faz durante a semana?

Acredita nisso? Ela, afobada como sempre, toma todas as rédeas da situação e o coitado nem teve oportunidade e tempo de lembrar calmamente quem ela era. Sendo assim, ele nem respondeu.

Então, o fim certo? Errado!

Brasileira nata, óbvio que ela não desistiu.

Puxou papo mais algumas vezes – algumas 35, antes de ser bloqueada -, em nenhuma delas surgiu um convite. Um café, um almoço, uma janta, um vem comigo sem destino, um vai pra p$#%[email protected] Nada, nadinha.

As amigas disseram que ele estava se fazendo de difícil – atitude comum entre o sexo feminino -, ou seja, quer, mas demonstra que não por certo período de tempo, para descobrir se a pessoa realmente esta interessada. Ok. Mas no caso, ele não era menina.

Disseram que aquela menina mais velha – aquela que estava com ele no cinema – era só a irmã dele, afinal quem não leva a irmã no cinema, não anda de mãos dadas e beija na boca? Opa, aqui não, beijo na boca filha???? Irmã, A-H-A-M!

Disseram que ele não ligou porque estava magoado, afinal ela não o procurou antes – além das mensagens no facebook, mensagens no whatsapp e serenatas no portão do rapaz -, coitado, sentiu-se esquecido. Okkkk.

Outras falaram que ele nem percebeu as investidas dela. O – K!

Mas quem não percebe um elefante dançando em uma casa de madeira?

Ela parecia não perceber, aquele vácuo não era amor.

No fundo, ela gostaria que fosse verdade, gostaria sinceramente de acreditar nessas explicações, mas ela sabia que homens não agiam como mulheres.

Ela sabia que homens quando escutam “sim” é sim, não o “talvez” que as mulheres escutam. Quando escutam um “não me procure mais”, eles não escutam um “prove que me ama” que elas querem dizer. Não mesmo!

Quando elas falam um “não gosto mais de você” eles escutam um “não gosto mais de você” e não aquele “não gosto mais de você só hoje” que elas quiseram demonstrar.

Todo mundo aqui sabe que homens são práticos, as palavras que falam significam exatamente as palavras que falam. Sem mais, sem menos.

Então, se ele não respondeu, não retornou, não apareceu na sua janela para lhe dizer o quanto gosta de você – entre essas coisas as quais você interpretou através do silêncio dele – ele realmente não está interessado.

Agora cabe a você decidir se vai continuar esse monólogo com o boy ou se vai realmente procurar por alguém que esteja disposto a manter um diálogo – “beijálogo, abraçálogo, namorálogo” – com você.

Por Ale Menegaz / Foto Divulgação

Tags:

Comportamento Entre a zona e o colchão

Colega minha do trabalho enfrenta um dilema: tudo indica que sua irmã está na zona. “Prestando serviços”, ela diz, para amenizar as coisas, ou...

Comportamento Não sou o que era ontem

Hoje acordei diferente. Parece que tudo que fazia sentido ontem, hoje não fazia mais. Sei lá, talvez hoje eu tenha mudado algumas – uma...

Comportamento Ignore

Ok. Acho que estou aprendendo, recebi uma mensagem de boa noite, hoje já é o dia seguinte e só posso responder hoje à noite,...

CATWALKER RECOMENDA: