Incidente familiar

Toninho brincava com a couve-flor refogada em seu prato na hora do almoço. Como de costume, ficava em seu mundinho de criança fazendo sons de monstro, enquanto dizia à hortaliça que ele era um gigante que devoraria mais aquela árvore. Eis que o pequeno Toninho parou tudo, fitou o pai (que palitava displicentemente os dentes à procura de um pedaço de paio perdido entre os molares superiores) e soltou essa:

– Paiê, que que é xoxota?

A mãe do Toninho, dona Lourdes, quase cuspiu o suco de uva, de tão chocada que ficou. Tati, a irmã mais velha de 16 anos, fez uma cara de quem diz “não vou mostrar a minha, se vira”. O Léo, pré-adolescente que já devia estar na pós-graduação do tema citado, nem terminou a gargalhada de deboche: já tomou um croque de seu Moacir, o pai, que agora pousara o palito na orelha para repreender o púbere:

– Isso é coisa que se diga pro seu irmão? Ele só tem 5 anos de idade!!!
– Mas eu não fiz nada, véio!
– Não me chama de “véio”, seu pervertido!!!

E o pau começou a comer solto na mesa, ao passo que o Toninho ficava ainda mais confuso.

– É de comer? – interrompeu o Toninho

Seu Moacir sacudiu o punho cerrado para o Léo, que engoliu a piada óbvia em seco. Quem riu foi a Tati, mas de nervoso. E dona Lourdes a olhou friamente com uma cara de quem pergunta: “ficou ruborizada porque, sua sem-vergonha?”

– Escuta aqui, peste. Quer dizer, filho amado do papai. Quem foi que te falou essas coisas, hein? – a orelha do Léo já estava em brasa na mão do Moacir.

A resposta do Toninho veio embalada por uma vozinha pura e inocente:

– Uma menina da escola falou que ia me mostrar…

Foi um Deus nos acuda. Todo mundo começou a falar ao mesmo tempo. Menos o Léo, que massageava a orelha, já poupado da culpa injusta e com um leve sorriso no rosto. Ele ia imaginando quem seria a tal menina e se ela não poderia ser da sua idade e não da do Toninho, “já pensou”?

– A culpa é sua, Moacir! – bradou mais alto a mãe – Você não dá atenção para nenhum dos seus filhos direito! Agora esse menino, que tinha que ser um anjinho, já está na mira dessas meninas piriguetes da escola porque não tem uma figura paterna decente em casa, que minimamente o blinde desse tipo de maldade! Maldita a hora que eu fui casar com você! Bem que minha mãe me avisou!

– Não vem não!!! – respondeu já de pé o Moacir – Se ele tá na mira de piriguete a culpa é sua, porque VOCÊ é que deixa essa sua filha usar essas mini-saias de sem vergonha, passar maquiagem desde cedo e ficar cada vez mais parecida com uma!!!

– EU NÃO SOU PIRIGUETE!!!!! Se tem alguém podre nessa casa é esse moleque dos infernos – e a Tati tascou um croque no Léo (que já ria de novo), e bem no mesmo lugar do primeiro, para não dar tempo de sarar. Os dois começaram a se engalfinhar na porrada, e saiu todo mundo da mesa aos gritos, acusações, xingamentos e baixarias de uma família descontrolada, ávida por uma intervenção psicológica.

Quem ficou sem entender nada foi o Toninho. No dia seguinte, a família o proibiu de ir à escola. Nos demais, os professores (também já apavorados e sob gigantesca pressão dos pais) não o deixaram a sós com nenhuma menina, em momento algum. Uma semana depois, o Toninho estava estudando de tarde, e não mais de manhã. A dita xoxota da menina, ele ficou sem ver. Aliás, a tal da xoxota virou um verdadeiro tabu familiar, a ponto do Toninho passar a ter medo dela.

E o tempo passou e um dia o Toninho, já conhecido como Tonny, saiu de casa escurraçado pelo bronco do pai. Seu Moacir ficou possesso ao saber que ele estava namorando o Paulo, “um amigo da facul” . Mas isso já é outra história.

Tags: , , ,

Sexo Ele não quer só te comer

“Ah, mas ele só quer me comer”. Não, nem isso. Mania chata que algumas mulheres têm de achar que o cara só quer comê-la....

Sexo Eu, ele e ela entre a gente

– Eu te amo e to morreeeendo de saudades!! – Duvido!!! Eu to com mais! – Você não sabe o quanto eu to! –...

Sexo Vista-me com sua nudez

Eu nunca presenciei um milagre. Talvez o mais próximo que eu tenha chegado disso foi quando ela – inteiramente nua – me apresentou a...